terceirizar a limpeza empresarial

Terceirizar a limpeza empresarial ou montar minha equipe?

Terceirizar a limpeza empresarial ou montar uma equipe é uma dúvida muito comum entre os gestores e os donos de negócios. Afinal, para decidir delegar essa tarefa a profissionais externos, é fundamental que o contrato valha a pena.

Nesse sentido, você precisa pensar em encontrar fornecedores de confiança e em como será oferecida a capacitação de funcionários. Afora isso, é crucial fazer uma boa análise para verificar qual escolha é mais vantajosa mediante o orçamento disponível.

Tenha em mente que a limpeza, assim como qualquer outra tarefa corporativa, não deve ser feita a esmo. Por isso, ela demanda um bom planejamento.

Isso porque é necessário um conjunto de práticas complexas, o que envolve o treinamento da equipe, a aquisição de material e de equipamentos e a real economia que essas duas alternativas são capazes de proporcionar. Quer saber mais? Então veja neste post dicas para descobrir o que é melhor: terceirizar a limpeza empresarial ou ter um time próprio! Confira!

Pense na capacitação e na disponibilidade de pessoal

Administrar uma equipe de forma eficiente é uma verdadeira arte. Com os profissionais da limpeza funciona da mesma forma. Os processos de remoção da sujeira requerem ordens lógicas de trabalho, utilização adequada de maquinários e de itens de biossegurança e o domínio das técnicas corretas de higienização para cada tipo de ambiente.

Isso sem mencionar as normas da Vigilância Sanitária, que costumam ser bastante rígidas nessa questão, por causa dos riscos para a saúde pública.

Mais um fator a ser avaliado é que os serviços de limpeza apresentam uma alta rotatividade de mão de obra. Em razão disso, muitas vezes, os empresários acabam escolhendo o formato indireto de contratação.

Afinal, com profissionais ligados à sua empresa, será preciso contar com um setor de recursos humanos rápido e habilidoso o bastante para repor o time sempre que houver carências mais específicas.

Com a terceirização, existe mais flexibilidade, uma vez que essas substituições ficam a cargo das contratadas. Afora isso, o modelo que transfere a limpeza para outras companhias é capaz de oferecer ajustes sazonais.

Imagine que sua empresa esteja produzindo um evento. Com a contratação de organizações especializadas, você faz uma simples requisição, e os trabalhadores são encaminhados sem a necessidade de assinar a carteira ou de providenciar a seleção dos candidatos.

Calcule as despesas com máquinas e equipamentos

Outro item que deve ser bem analisado é o gasto com aquisição de equipamentos. Ao escolher entre terceirizar a limpeza empresarial ou montar a equipe internamente, esse ponto é bastante crítico.

Dependendo do tamanho da área do edifício ou até mesmo da quantidade de circulação de pessoas, pode ser preciso comprar máquinas para esfregar o chão ou mangueiras profissionais para lavagem. Isso sem falar nos acessórios: baldes, vassouras, pás, esponjas etc.

Afora isso, não se deve esquecer os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), como luvas, máscaras e botas. Faça uma pesquisa para descobrir quanto teria de ser investido na hipótese de manter a limpeza com colaboradores próprios.

No contrato terceirizado, a fornecedora costuma oferecer esses itens no pacote. Isso não significa, porém, que a contratante pode confiar cegamente naquilo que está sendo oferecido.

Será preciso averiguar a qualidade dos materiais de limpeza, já que é fundamental uma excelente procedência.

Produtos clandestinos, por exemplo, não são tão eficazes na remoção da sujeira. Além disso, eles sempre são uma fonte de risco para alergias, intoxicações e até queimaduras.

Confira qual alternativa oferece o menor custo

A melhor forma de descobrir se a terceirização será mesmo vantajosa no caso do seu negócio é pesquisar os preços de prestadoras de serviço que já tenham boa reputação no mercado.

Depois, procure se informar sobre os pisos salariais e sobre os gastos com materiais e maquinários. Lembre-se de que, com o time próprio, sua empresa terá que fazer a gestão dos produtos utilizados. Quem ficará a cargo da logística de compras? Onde os utensílios e afins serão armazenados? Há espaço na sua empresa para isso?

Já a terceirização, para valer a pena, tem que propiciar uma boa economia. Isso geralmente acontece nesse modelo de trabalho, mas nunca é demais confirmar pondo tudo na ponta do lápis.

Como você já deve ter percebido, terceirizar a limpeza empresarial é um assunto sério, que deve ser decidido com estratégia e paciência. Analisando com cautela qual é o cenário na sua organização, entretanto, fazer essa escolha se tornará bem menos difícil.

Independentemente da opção escolhida, recorde-se de que é essencial usar produtos de limpeza profissional. Eles têm mais poder de ação, melhores preços e ainda ocupam menos espaço. Quer ver como? Então leia também nosso artigo Como escolher uma distribuidora de produtos de limpeza profissional!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.